sexta-feira, 21 de julho de 2017

“Mulheres na competição…”Maria Martins a um ponto da medalha de prata em omnium”

Campeonato da Europa de Pista Sub-23 e Juniores

A portuguesa Maria Martins teve hoje um desempenho exemplar na equilibradíssima competição de omnium para juniores femininas do Campeonato da Europa de Pista, terminando na sexta posição, mas apenas a um ponto da medalha de prata.

A corredora lusa voltou a entusiasmar os compatriotas que se deslocaram ao Velódromo Nacional, em Sangalhos Anadia. Maria Martins começou o concurso de omnium com o sétimo lugar em scratch, foi depois oitava na corrida tempo e segunda em eliminação. Chegou à corrida por pontos no sexto posto da geral.

Como os pontos conquistados na prova final são adicionados à geral de omnium, Maria Martins esperou pelo momento certo para atacar. Conquistou os 20 pontos inerentes a uma volta de avanço sobre o pelotão e ainda logrou pontuar e dois sprints intermédios. Esteve durante quase toda a corrida pontos no terceiro lugar provisório, mas não resistiu a uma eletrizante ponta final que deixou os primeiros lugares presos por poucos pontos. A exceção foi mesmo a primeira posição, ocupada com grande superioridade pela italiana Letizia Paternoster, que somou 137 pontos.

A segunda classificada foi a ucraniana Olha Kulynych, com 115 pontos, tantos como a terceira, a russa Maria Novolodskaya, e a quarta classificada, a belga Shari Bossuyt. Maria Martins foi sexta, com 114, em igualdade pontual com a quinta classificada, a representante de França Valentine Fortin, numa classificação com um equilíbrio muito pouco visto.

Portugal esteve ainda representado na categoria de sub-23. Soraia Silva estreante neste escalão, participaram nas finais diretas de corrida por pontos.

Soraia Silva teve um desempenho menos vistoso, não conseguindo pontuar, mas logrando manter-se sempre no pelotão principal da corrida por pontos feminina. Acabou na 13.ª posição entre 14 participantes. A alemã Tatjana Paller, terceira no ano passado, chegou agora à medalha de ouro, com 55 pontos, mais 12 do que a olímpica dinamarquesa Amalie Dideriksen e mais 13 do que a britânica Mannon Lloyd, que a acompanharam no pódio.

Portugal esteve ausente das disciplinas de velocidade, que hoje coroaram três campeões europeus. Na velocidade individual para sub-23 femininas, a ucraniana Olena Starikova recorreu à astúcia e a uma leitura tática invulgares para subir ao lugar mais alto do pódio, relegando a alemã Pauline Grabosch para o segundo posto e a holandesa Hetty van der Wouw para o terceiro lugar.

Em velocidade individual para juniores masculinos triunfou o francês Rayan Helal, que suplantou o russo Dmitry Nesterov na luta pela medalha de ouro. O terceiro foi outro representante da Rússia, Pavel Perchuk.

O Campeonato da Europa de Pista para Sub-23 e Juniores prossegue neste sábado, em Sangalhos, A Equipa Portugal vai ter a representante Soraia Silva e Maria Martins.

Fonte: FPC

“Mulheres na competição… “VANESSA FERNANDES QUER GANHAR O IRONMAN 70.3 PORTUGUÊS”

“O Ironman é a marca mais conhecida a nível mundial. Acredito que vai contribuir para o aumento do número de praticantes em Portugal.”                                                                            

Vencedora da Taça do Mundo de Triatlo, em 2007 e vice-campeã olímpica em 2008, Vanessa Fernandes confirmou, esta sexta-feira, a inscrição no Ironman 70.3 Portugal Cascais que se realiza a 3 de setembro.

“Sempre adorei treinar em serra, dou-me bem nas subidas e nos percursos difíceis, por isso quanto mais dura for a vertente do ciclismo melhor para mim”, disse com boa disposição Vanessa Fernandes no momento em garantiu a participação na estreia portuguesa de uma prova Ironman.            O entusiamo é notório na triatleta a viver na Quinta da Marinha, em Cascais, muito perto do local da competição. “As provas com esta marca internacional têm uma qualidade elevada e estão sempre inseridas em locais excelentes para viver o desporto de forma saudável.”

Jorge Pereira, diretor da 3 Iron Sports, a organizadora da prova, e que promove o Ironman 70.3 Portugal-Cascais não podia estar mais satisfeito. “Esta participação além de nos orgulhar demonstra que esta é a prova que todos os atletas querem ter no currículo. É um desafio à escala internacional e temos os nossos heróis com grande probabilidade de ganhar à verdadeira “invasão estrangeira”. Mas não só a vertente competitiva interessa aos atletas. A força desta marca arrasta multidões, um mediatismo que lhes permite dar grande retorno aos seus patrocinadores.”

Nem só de atletas profissionais se faz esta prova. Como aperitivo de véspera, o IRONKIDS convida os mais pequenos a experimentar o triatlo. No dia do evento principal, além da vertente individual, estão também em competição as prestações por equipas de estafetas na everis Corporate Division, feita à medida das empresas que delegam em cada membro um dos segmentos deste enorme desafio à resistência humana. “A estafeta acrescenta, na nossa perspetiva, a forma visível da generosidade e da ligação entre pessoas e o seu compromisso mútuo” sublinha o CEO da everis, Miguel Teixeira.

Fonte: 3 Iron Sports

“Mulheres na competição… Maria Martins vice-campeã europeia de eliminação”

“Campeonato da Europa de Pista Sub-23 e Juniores”

Por: José Carlos Gomes

Os bons resultados da Equipa Portugal continuam em Sangalhos, no Campeonato da Europa de Pista, com Maria Martins a ganhar a medalha de prata na prova júnior de eliminação, um dia depois de Rui Oliveira e de Ivo Oliveira terem dado ao país uma medalha de ouro e uma de prata, respetivamente.

A corredora júnior portuguesa fez uma corrida taticamente bem conseguida, sempre marcada e marcando a italiana Letizia Paternoster, grande favorita à partida. No momento em que foi preciso uma maior definição, Maria Martins não enjeitou responsabilidades e assegurou que estava entre as três corredoras que subiriam ao pódio.

Na luta a três pelas melhores posições, Maria Martins conseguiu suplantar a britânica Pfeiffer Georgi, que se contentou com o bronze, mas não conseguiu resistir a uma ponta final demolidora de Letizia Paternoster, acabando na segunda posição, atrás da italiana.

“Ganhar mais uma medalha de prata é uma sensação inesquecível. Não comecei a corrida logo a pensar nas medalhas, mas apenas focada em dar o meu melhor. Foi com o decorrer da prova que percebi que podia chegar ao pódio. No sprint para decidir as três primeiras foi a loucura, porque estava entre elas. Mas continuei a dar tudo até ao fim. É fantástico ver a bandeira de Portugal no pódio”, afirma Maria Martins, que conquista a segunda medalha em Europeus de juniores, depois de há um ano ter sido vice-campeã de scratch, também batida pela corredora que hoje foi a primeira, a italiana Letizia Paternoster.

A medalha de prata de Maria Martins é a terceira de Portugal ao fim de dois dias de competição, compensando uma jornada em que os resultados lusos não surgiram, destacando-se, pela negativa, o azar que bateu à porta de César Martingil, que sofreu uma queda a três voltas do fim da corrida de scratch para sub-23. O acidente atirou o ribatejano para o 22.º e último lugar de uma prova em que chegou a ser protagonista, rodando no grupo de favoritos que esteve adiantado face ao pelotão grande parte da prova.

A medalha de ouro em scratch acabou conquistada pelo bielorrusso Yauheni Karaliok, que subiu ao pódio acompanhado pelo medalhado olímpico dinamarquês Niklas Larsen, vice-campeão, e pelo russo Maksin Piskunov, terceiro classificado.

Soraia Silva também competiu em scratch para sub-23, conseguindo uma prestação de boa qualidade, mantendo-se firme no grupo principal, mesmo nos momentos em que a velocidade era maior e algumas corredoras mostravam debilidade. Acabou na 11.ª posição. A vitória foi para a italiana Rachele Barberi, seguida pela britânica Eleanor Dickinson e pela olímpica dinamarquesa e campeã mundial de estrada, Amalie Dideriksen.

As cores nacionais também estiveram representadas na prova de eliminação para juniores masculinos. Foi João Dinis que colocou Portugal neste pelotão, concluindo a corrida a meio da tabela, no 11.º posto. O italiano Michele Gazzoli foi o vencedor, seguido pelo irlandês Jb Murphy e pelo espanhol Unai Iribar, repescado para o pódio por desqualificação do britânico William Tidball.

Numa tarde com nove finais, Portugal marcou lugar na final direta de 1 km contrarrelógio para juniores, através de dois estreantes. Wilson Esperança foi o vigésimo classificado e Francisco Moreira alcançou o 23.º registo. O mais forte desta competição acabaria por ser o russo Pavel Perchuk. O segundo foi o alemão Carl Hinze e Jakub Stastny fechou o pódio.

O público de várias nacionalidades que tem acorrido ao Velódromo Nacional assistiu ainda a quatro finais sem a presença de portugueses. No escalão de sub-23 a Grã-Bretanha ganhou a prova masculina de velocidade por equipas, diante da Rússia e da Polónia. Na mesma disciplina, mas no setor feminino, impôs-se a Holanda, mais forte do que a França e a Rússia, que também subiram ao pódio.

Em juniores disputaram-se as finais masculina e feminina de perseguição por equipas. Os mais fortes entre os rapazes foram os russos, seguidos pelos britânicos e pelos suíços. Entre as raparigas as pedaladas mais fortes pertenceram às italianas, que tiveram maior oposição das holandesas e das russas, segundas e terceiras, respetivamente.

O programa do Campeonato da Europa para esta quinta-feira contempla provas entre as 9h30 e as 14h00 e entre as 16h30 e as 21h00. Vão pedalar Francisco Moreira e Wilson Esperança na corrida perseguição individual para sub-23, marcada para as 10h20, e Rui Oliveira e Miguel do Rego, na disciplina de 1 km contrarrelógio, a partir das 17h50.

Fonte: FPC

domingo, 16 de julho de 2017

“O sexo feminino no cicloturismo…Passeio de Arraiolos.2017”

Momentos do evento do 24º Passeio de Arraiolos.2017

Texto: José Morais

Fotos: Arquivo Notícias do pedal

Continuamos com a apresentar as presenças femininas nos passeios de bicicleta, desta vez, no “24º Passeio de Arraiolos.2017” realizada no domingo 9 de julho em Arraiolos.

Umas pousaram para a nossa objetiva, outras, a nossa objetiva captou-as, e as fotos aqui ficam, em especial hoje, muitas das fotos do sexo feminino estão muitas vezes junto ao sexo masculino, mas desta vez o enquadramento justificou, e também é importante mostrar não só as que pedalam, mas também aquelas que acompanham e apoiam.

Sendo este espaço dedicado especialmente e apenas ao sexo feminino, não serve só para apresentar as fotos por nós capturadas, mas também de todas ou todos, mais uma vez apelamos a todas ou todos que nos queiram enviar fotos, relatos, ou tudo aquilo que tem a ver com a bicicleta no sexo feminino, por isso, força, enviem, cá esperamos esses bons momentos.

Podem enviar para o nosso e-mail: noticiasdopedal@gmail.com  


Ainda podem visualizar o vídeo deste passeio nos nossos canais de televisão, para que possui MEO, posição 531450, quem não possuir pode ver no YouTube em: https://www.youtube.com/watch?v=nlhofAd5Asc

Boas pedaladas.

Clique para ampliar as fotos:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 15 de julho de 2017

“Mulheres na competição…"Mundial: Melanie Santos foi 37.ª na etapa de Hamburgo”

Flora Duffy venceu a prova

Por: Lusa

Foto: Filipe Farinha

A portuguesa Melanie Santos terminou este sábado no 37.º lugar a quinta etapa do Mundial de triatlo, em Hamburgo, vencida por Flora Duffy, das Bermudas, que somou o seu terceiro triunfo do ano.

A triatelta do Benfica concluiu a prova em 01:02.41 horas, mais 3.41 minutos do que Duffy.

A australiana Ashleigh Gentle, segunda do campeonato, terminou na segunda posição, a 31 segundos da vencedora, enquanto a alemã Laura Lindermann assegurou o último lugar do pódio, ao gastar mais 41 segundos do que Duffy.

Fonte: Record on-line

segunda-feira, 10 de julho de 2017

“Mulheres na competição…“Daniela Reis termina em 56.º lugar no Giro Rosa”

Anna Van der Breggen vence a prova

Por: Lusa

Foto: Facebook Daniela Reis

A ciclista portuguesa Daniela Reis (Lares Waowdeals) terminou este domingo o Giro Rosa na 56.ª posição, no final da 10.ª e última etapa, que consagrou a holandesa Anna Van der Breggen (Boels-Dolmans) como vencedora.

Na última tirada, com uma extensão de 124 quilómetros em Torre del Greco, a corredora lusa terminou em 37.º lugar, a 3.15 minutos da vencedora, a norte-americana Megan Guarnier (Boels-Dolmans), que cortou a meta ao fim de 03:09.37 horas.

Daniela Reis acabou por ser a melhor classificada da equipa belga que representa, terminando na 56.ª posição entre 130 ciclistas que terminaram aquela que é considerada a maior prova do calendário feminino, a 45.38 minutos da campeã olímpica de estrada nos Jogos Rio'2016.

A temporada de Van der Breggen, de 27 anos, continua a bom nível, tendo alcançado a segunda vitória no Giro Rosa, que já tinha conquistado em 2015, além de dois terceiros lugares em 2014 e 2016, ano em que a vencedora da tirada deste domingo, e colega de equipa da holandesa, ficou no primeiro posto.

"Dei o que tinha e o que não tinha. Mais do que tudo estou feliz por ter terminado a minha primeira grande volta", afirmou Daniela Reis, campeã nacional de fundo e contrarrelógio em 2015 e 2016, através da rede social Facebook.

Fonte: Record on-line

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Mulheres na competição...Claudia Cretti gravemente ferida”

Após queda na sétima etapa do Giro Rosa

Por: Lusa

Foto: Getty Images

A italiana Claudia Cretti (Valcar-PBM) ficou esta quinta-feira gravemente ferida numa queda violenta durante a sétima etapa da Volta a Itália feminina em bicicleta, encontrando-se internada no Hospital de Benevento, anunciou a organização da prova.

A Valcar-PBM informou, em comunicado, que a queda da atleta aconteceu quando "rodava a 90 quilómetros por hora" durante uma descida, sendo que os médicos temem "que existam danos cerebrais".

A equipa da ciclista, de 21 anos, pediu "respeito à família" de Cretti, que caiu a meio da ligação de 142 quilómetros entre Isernia e Baronissi, no sul de Itália, a sétima de 10 etapas do Giro Rosa, a mais importante prova de ciclismo do circuito feminino.

A única portuguesa em prova é Daniela Reis (Lares Waowdeals), que esta quinta-feira foi 84.ª na etapa, a 11.55 minutos da vencedora da tirada, a espanhola Sheyla Gutiérrez (Cylance), caindo para 63.º posto na geral, a 21.57 da líder, a holandesa Anna van der Breggen (Boels-Dolmans).

Fonte: Record on-line

domingo, 2 de julho de 2017

“Mulheres na competição…Campeonato Nacional fundo feminino”

Celina Carpinteiro campeã nacional de elite
Por: José Carlos Gomes

Celina Carpinteiro (5Quinas/Município de Albufeira) sagrou-se hoje campeã nacional de fundo na categoria de elite, impondo-se na prova de 106,8 quilómetros, realizada em Castelo de Vide.

A prova de elite acabou por revelar-se uma corrida de eliminação, com o pelotão a perder elementos de volta para volta. A formação 5 Quinas/Município de Albufeira revelou-se a mais potente, conseguindo ocupar por completo o pódio.

Celina Carpinteiro ganhou, com 3h30m21s, seguida de perto por Irina Coelho, com o mesmo tempo, e por Madalena Almeida, a 3 segundos. Foi o quarto título nacional de fundo na categoria de elite conquistado por Celina Carpinteiro, que já triunfara em 2011, 2013 e 2014.

“Cada título é especial. O meu objetivo não somar títulos, cada um tem uma história. O de hoje é especial porque significa a recuperação de uma camisola, naquele que é, provavelmente, o ano em que me sinto melhor, algo que só se consegue com muito trabalho. O facto de o nível ter vindo a aumentar no ciclismo feminino motiva-nos mais para trabalhar”, afirma Celina Carpinteiro.

A corredora destaca ainda a conquista da equipa, que conseguiu todos os lugares no pódio de elite. “Era um objetivo que tínhamos. Embora soubéssemos que era ambicioso, ficou provado que era alcançável”, declara a vencedora da corrida principal.

Maria Martins (Bairrada) continua imparável na categoria de juniores. Depois do triunfo concludente no contrarrelógio, venceu hoje a prova de fundo, 80,1 quilómetros, com 2h37m40s. Foi seguida por Marta Branco (Maiatos/Reabnorte), a 14 segundos, e por Diana Fortes (Alcobaça CC/Crédito Agrícola), a 2m00s.

Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira) confirmou o favoritismo nos 53,4 quilómetros da corrida de cadetes. Venceu isolada, com 1h42m37s, deixando a segunda classificada, Rafaela Ramalho (Maiatos/Reabnorte), a 1m04s. A terceira, a 1m34s, foi Joana Pereira (5Quinas/Município de Albufeira).

A corrida master começou a definir-se na primeira das duas voltas ao circuito de 26,7 quilómetros. Raquel Marques (ASC/Focus Team/Vila do Conde), Elisete Sousa (5Quinas/Município) e Ângela Gonçalves (BTT Seia) isolaram-se do pelotão e discutiram a corrida entre elas. Na aproximação à chegada, Raquel Marques isolou-se e juntou o título de fundo ao de contrarrelógio, ao fim de 1h40m08s. Elisete Sousa foi a segunda, a 8 segundos, e Ângela Gonçalves a terceira, a 23 segundos.

O programa do Campeonato Nacional de Estrada encerra na tarde hoje com a prova de fundo para juniores. Os corredores de 17 e 18 anos vão completar cinco voltas ao circuito de Castelo de Vide, totalizando 133,5 quilómetros.

Fonte: FPC
 

“O sexo feminino no cicloturismo…9º Passeio Mafra/Gare.2017”

Momentos do evento do 9º Passeio Mafra/Gare.2017

Texto: José Morais

Fotos: Arquivo Notícias do pedal

Continuamos com a apresentar as presenças femininas nos passeios de bicicleta, desta vez, no9º Passeio Mafra/Gare.2017, realizada no domingo 2 de julho em Mafra, apesar de apenas ter sido uma mulher a participar, merece sem dúvida destaque, como ainda outra que apoiaram e colaboraram no evento.

Umas pousaram para a nossa objetiva, outras, a nossa objetiva captou-as, e as fotos aqui ficam, em especial hoje, muitas das fotos do sexo feminino estão muitas vezes junto ao sexo masculino, mas desta vez o enquadramento justificou, e também é importante mostrar não só as que pedalam, mas também aquelas que acompanham e apoiam.

Sendo este espaço dedicado especialmente e apenas ao sexo feminino, não serve só para apresentar as fotos por nós capturadas, mas também de todas ou todos, mais uma vez apelamos a todas ou todos que nos queiram enviar fotos, relatos, ou tudo aquilo que tem a ver com a bicicleta no sexo feminino, por isso, força, enviem, cá esperamos esses bons momentos.

Podem enviar para o nosso e-mail: noticiasdopedal@gmail.com    

Podem ainda visualizar as fotos deste evento em:
Ainda podem visualizar o vídeo deste passeio nos nossos canais de televisão, para que possui MEO, posição 531450, quem não possuir pode ver no YouTube em: https://www.youtube.com/user/noticiasdopedaltv/videos?sort=dd&view=0&shelf_id=0  

Boas pedaladas.

Clique para ampliar as fotos: