terça-feira, 31 de janeiro de 2017

“Ciclismo Feminino, Mulheres de Garra…”

 
Um dia na vida de uma equipa feminina de ciclismo, é a CANYON // SRAM, e passou-se durante a fase quatro, da corrida de ciclismo da Aviva Women's Tour de Nottingham para Stoke-on-Trent., são momentos sem dúvida bonito de ver que não poderíamos deixar passar em branco, clique e veja: https://www.youtube.com/watch?v=6GFGe3WLlHs&sns=fb

Fonte: YouTube

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

“Pedalada com estilo, a mulher e a bicicleta”

Hoje deixamos aqui algumas imagens de mulheres e bicicletas, “Pedalada com estilo”, marca alguns momentos, de mulheres a pedalarem, com diversos tipos de bicicletas, em diversos momentos, sejam eles de lazer, de deslocações diárias, momentos que já vem ao longo dos anos, as imagens aqui ficam para se deliciarem, são 34 fotos, e brevemente apresentamos mais.

Sendo este espaço dedicado especialmente e apenas ao sexo feminino, não serve só para apresentar as fotos por nós capturadas, mas também de todas ou todos, mais uma vez apelamos a todas ou todos que nos queiram enviar fotos, relatos, ou tudo aquilo que tem a ver com a bicicleta no sexo feminino, por isso, força, enviem, cá esperamos esses bons momentos.

Podem enviar para os nossos email: noticiasdopedal@gmail.com ou geral@noticiasdopedal.com   
 
Clique para aumentar as fotos:
 
 


 
 





























 

domingo, 29 de janeiro de 2017

“Mulheres de garra na competição…”

Daniela Reis domina em Sangalhos

Daniela Reis (Lares-Waowdeals) foi a corredora de elite que conquistou mais títulos no Campeonato Nacional de Pista, realizado, neste fim-de-semana, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia.

Daniela Reis foi a melhor ciclista de elite feminina, conquistando a camisola de campeã nacional de corrida por pontos e de perseguição individual. Soraia Silva (Bairrada) ganhou em scratch.

Elite Feminina

Scratch: Soraia Silva (Bairrada)

Perseguição Individual: Daniela Reis (Lares-Waowdeals)

Corrida por Pontos: Daniela Reis (Lares-Waowdeals)

Juniores Femininas

Scratch: Maria Martins (Bairrada)

Perseguição Individual: Maria Martins (Bairrada)

Corrida por Pontos: Maria Martins (Bairrada)

Cadetes Femininas

Scratch: Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira)

Perseguição Individual: Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira)

Corrida por Pontos: Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira)

Masters Femininas

Scratch: Orieta Oliveira (5Quinas/Município de Albufeira)

Corrida por Pontos: Filomena Paulo

Fonte: FPC

sábado, 28 de janeiro de 2017

“Curiosidades com as mulheres…”


Mulheres são quem mais frequentam os cursos de bicicleta da FPCUB

As mulheres, a maioria com mais de 40 anos, são a maior parte dos alunos dos cursos para aprender a andar de bicicleta ministrados em Lisboa e são “menos complicadas na atitude face à aprendizagem”.

A afirmação é do Presidente da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta, José Manuel Caetano, que, desde 2008, já realizou em parceria com a autarquia de Lisboa, 20 cursos de condução de bicicleta em que se inscreveram 320 pessoas que não sabiam andar, com uma média de 42 anos de idade e maioritariamente mulheres.

“A nossa experiência diz-nos que as mulheres são menos complicadas na atitude face à aprendizagem, sendo que a duração do curso é de três aulas de quatro horas cada, 85 por cento ficam a equilibrar-se na bicicleta na primeira sessão”, disse em declarações à agência Lusa.
Os cursos da Federação servem para quem não sabe andar de bicicleta, mas também para “utilizadores que queiram melhorar a sua experiência na via pública”.

“Para os que não sabem andar de todo de bicicleta, os cursos funcionam em recintos fechados ao ar livre, começando com explicação teórica da bicicleta seguindo de caminhamento com a bicicleta pela mão, para se familiarizar com o veículo, passando depois a uma primeiro contacto em cima da bicicleta, sem pedalar, com o intuito de se equilibrar usando os pés no solo e finalmente a fase final em que o utilizador começa a usar a bicicleta integralmente”, explicou José Manuel Caetano.
Fonte: FPCUB

domingo, 22 de janeiro de 2017

“Garra Feminina/Taça de Portugal de Ciclocrosse”

Ana Rita Vigário foi superior a toda a concorrência na prova deste domingo, deixando a segunda classificada, Daniela Pereira (Saertex Portugal/Edaetech), a 34 segundos, e a terceira, Ana Vale, a 3m10s. A vitória na etapa minhota da Taça garantiu à corredora gondomarense a conquista da Taça de Portugal, ultrapassando a ausente Joana Monteiro, que, apesar de ausente nas duas últimas provas, terminou o troféu no segundo posto.

A Taça de Portugal de sub-23 femininas decidiu-se, praticamente, ao sprint. Raquel Queirós e Marta Branco chegaram a Melgaço com os mesmos pontos e disputaram a corrida deste domingo taco a taco. Raquel Queirós venceu e Marta Branco gastou mais 3 segundos. Foi esta escassa diferença que garantiu a conquista da Taça por Raquel Queirós.

Fonte: FPC

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

“Mulheres de garra na competição…”

Vanessa Fernandes regressa ao triatlo

Aos 31 anos, quer voltar a viver emoções fortes na modalidade em que foi medalha de prata olímpica

Por: Luís Avelãs e Norberto Santos

Foto: Vítor Chi

Vanessa Fernandes vai filiar-se em breve na Federação de Triatlo de Portugal para fazer a primeira prova na modalidade que lhe deu a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, após um longo afastamento.

Aos 31 anos, a atleta do Benfica sente que é chegada a altura de querer voltar a viver fortes emoções no triatlo. A seguir aos Jogos no Rio de Janeiro, onde foi suplente na maratona, Vanessa ‘descobriu’ que o seu futuro na alta competição poderia voltar a ser no triatlo, onde tem mais possibilidades de se afirmar a nível mundial.

Embora o triatlo seja uma modalidade que requer muito volume de trabalho, repartido por 3 modalidades (natação, ciclismo e atletismo), Vanessa está fortemente motivada para regressar à sua modalidade de eleição, onde foi líder mundial, detendo um recorde de 20 vitórias em provas da Taça do Mundo, para lá de uma série de títulos importantes.

A mudança de treinador, passando a estar integrada no grupo de Lino Barruncho, também ajudou Vanessa, agora a residir em Cascais, a assentar ideias. Record sabe que a atleta tem cumprido com as exigências do treino, mas que olha para o futuro com bastante otimismo. Isto sem qualquer prejuízo de continuar a representar o Benfica nas provas de corta-mato, onde tem sido útil.

É que no triatlo pode voltar aos Jogos Olímpicos e ter sucesso.

Benfica apoia

Nos últimos tempos, Vanessa tem-se dedicado ao corta-mato e a futura presença em competições de triatlo não está a preocupar os dirigentes do Benfica, que compreendem os argumentos da atleta. O apoio do Benfica, aliás, tem sido determinante para o regresso de Vanessa.

Fonte: Record on-line

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

“Mulheres na competição…”

“Campeã olímpica de ciclismo de pista lesiona-se e pode falhar Mundiais”
Laura Kenny tem no currículo quatro medalhas de ouro olímpicas

Foto: Odd Andersen / AFP

A britânica Laura Kenny, campeã olímpica de ciclismo de pista, sofreu uma lesão nos quadris e pode falhar os mundiais da especialidade, em agosto, anunciou esta segunda-feira a federação britânica.
“Laura Kenny abdicou dos Seis Dias de Berlim e dos Campeonatos Britânicos de ciclismo de pista, depois de ter sofrido uma lesão nos quadris. Está a submeter-se a tratamentos e deverá regressar em breve”, refere um comunicado da federação britânica.
Uma lesão nos quadris pode levar até 10 semanas a recuperar, um período que poderá comprometer a preparação para os mundiais de pista, marcados para abril, em Hong Kong.
Laura Kenny tem no currículo quatro medalhas de ouro olímpicas, duas nos Jogos Londres2012 e outras duas no Rio2016.

Fonte: SAPO Desporto c/ Lusa
 

domingo, 15 de janeiro de 2017

“Mulheres na Competição…/Taça de Portugal de Ciclocrosse/Rebordosa”

Sandra Santos triunfam em Rebordosa

A quarta etapa da Taça de Portugal de Ciclocrosse, hoje disputada em Rebordosa, Paredes, assistiu, na categoria de elite, à vitória de Sandra Santos.
Uma semana depois de ter surpreendido a concorrência com a vitória no Campeonato Nacional, Sandra Santos confirmou hoje que a conquista do título não foi obra do acaso. Sandra Santos venceu com autoridade a prova de elite feminina, terminando com uma confortável margem de 4m56s sobre a rival mais próxima, Ana Rita Vigário (Maiatos/Reabnorte).

A terceira classificada, a 7m47s, foi Daniela Pereira (Saertex Portugal/Edaetech). Apesar de ausente em Rebordosa, Joana Monteiro segurou o comando na geral de elite feminina.

Em sub-23 femininas, Raquel Queirós venceu neste domingo e “apanhou” Marta

Fonte: FPC

sábado, 14 de janeiro de 2017

“O sexo feminino no cicloturismo…”

Momentos do evento “Manifestação em Defesa da Bicicleta-Inicie o Ano a Pedalar”

Texto: José Morais

Fotos: Arquivo Notícias do pedal

Continuamos mais uma semana a apresentar as presenças femininas dos passeios de bicicleta, desta vez, a “Manifestação em Defesa da Bicicleta-Inicie o Ano a Pedalar” realizada no domingo 8 de janeiro em Lisboa, umas pousaram para a nossa objetiva, outras, a nossa objetiva captou-as, e as fotos aqui ficam.

Sendo este espaço dedicado especialmente e apenas ao sexo feminino, não serve só para apresentar as fotos por nós capturadas, mas também de todas ou todos, mais uma vez apelamos a todas ou todos que nos queiram enviar fotos, relatos, ou tudo aquilo que tem a ver com a bicicleta no sexo feminino, por isso, força, enviem, cá esperamos esses bons momentos.

Podem enviar para o nosso email: noticiasdopedal@gmail.com  


Boas pedaladas. 
 

Clique para ampliar as fotos: